Viajar, Viagem, Viagens


Blog sobre Viagens, conheça os melhores destinos, informações úteis para quem vai viajar, veja como tirar passaporte, visto, e claro ter acesso a promoções exclusivas de passagens aéreas!

Para você qual é a diferença entre ser LEAL e ser FIEL?

Para você qual é a diferença entre ser LEAL e ser FIEL?
Essa pergunta é do Mochileiro de Mosqueiro – André Álvarez.
Agradeço por mim e por ele a todos que responderem.

Beijão! =)
LUCAS – Destaco aqui:
Só fidelidade e lealdade juntas completam um quadro do raro amor. Mas embora complementares e indispensáveis à realização da estrutura monogâmica, fidelidade e lealdade raramente caminham juntos, daí tanto sofrimento.

THE BEST AMIGO!
Hoje me sinto fiel e leal, acabei de me separar de fato de meu marido, foi uma conversa amistosa, a guarda de nosso filho será partilhada.
Eu precisava disso para me sentir digna já que estou gostando de outra pessoa, mesmo que ainda virtualmente.
Mas eu penso que ambos os termos estão intrínsecamente ligados.
.


Responder Facebook Compartilha, alguém irá te ajudar e responder :)

26 Comentários sobre "Para você qual é a diferença entre ser LEAL e ser FIEL?"

Participe você também, faça seu Comentário!

  1. MUNDADOR disse:

    Sutil diferença essa.

    Muito sutil…

    A lealdade não implica em certos aspectos da fidelidade, mas a fidelidade implica na lealdade.

    Resumindo,

    A fidelidade contém a lealdade.

    Um abraço
    Mundador

    PS- Conter no sentido de incluir

  2. tbe007 disse:

    Na verdade, são sinônimos (palavras de significado parecido) e é difícil diferenciar. Normalmente, atribui-se fidelidade a confiabilidade de uma relação conjugal e lealdade uma confiabilidade das demais relações. É como diferenciar estupro de atentado violento ao pudor. Se for penetração pênis-vagina, é estupro. Se for qualquer outra coisa, é atentado violento ao pudor. O que ambas tem em comum é o fato de ser a força (contra a vontade da vítima).

  3. Eu disse:

    “Leal” soa como se vc fosse um servo fiel, sei lá.

    “Fiel” soa mais como compromisso com um semelhante.

  4. Erica disse:

    A Fidelidade nos relacionamentos amorosos permite que alguém seja “exclusivo” do outro, por conceitos já existente como no casamento, por exemplo, que você faz o voto de Fidelidade, se comprometendo a ser fiel, ou seja, a se relacionar somente com aquela pessoa.
    A Lealdade é algo que parte de você mesmo, por você ter uma grande consideração pela outra pessoa você jamais irá prejudicá-la.

  5. Arco-Íris disse:

    leal
    adj. 2 gén.
    adj. 2 gén.
    1. Que não falta às promessas que faz.
    2. Fiel; franco; delicado.
    s. m.
    3. Antiga moeda portuguesa.

    fiel
    adj. 2 gén.
    adj. 2 gén.
    1. Que guarda fidelidade; leal.
    2. Constante.
    3. Verídico, exacto!exato.
    4. Seguro.
    5. Probo, honrado.
    6. Que não falha.
    7. Que tem ou teve a fé religiosa.
    s. m.
    8. Hastil indicador do equilíbrio da balança.
    9. Empregado de confiança.
    10. Ajudante de tesoureiro.
    11. Guarda de armazém.

  6. Lucas disse:

    Fidelidade significa a qualidade daquele que é fiel; lealdade; exatidão; honestidade; semelhança.

    Lealdade tem por origem o adjetivo leal. O adjetivo leal significa: conforme com a lei; que não falta às suas promessas; sincero; franco; honesto; fiel; dedicado». Lealdade significa: qualidade de quem é leal; fidelidade; sinceridade; ação leal. Lealdade, que tem origem na palavra leal, tem vindo a alargar o seu âmbito e a convergir com o campo semântico de fidelidade.

    Seja como for lealdade e fidelidade são muito mal interpretados desde longa data. Muitos confundem lealdade e fidelidade com ser “puxa-saco” ou com submissão. No ultimo dia 10 de Junho, o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, disse: “Tenho uma lealdade canina ao presidente Lula e todo mundo sabe disso”. Seria ele realmente leal ou apenas fiel ao nosso presidente?

    Bem, a Fidelidade pode ser analisada como uma ação em curto prazo, rápida, de momento, mas que acabará, “que seja eterno enquanto dure”, já dizia o cantor Daniel.

    Agora a Lealdade, é uma ação em longo prazo, lenta e que requer tempo, mas que terá grandes chances de se tornar duradoura, pois as pessoas leais são aqueles que em meio a qualquer situação, estarão a seu lado. Lealdade não pode ser comprada

    Portanto, ao se deparar com uma situação entre a Fidelidade e a Lealdade, analise que ambas possuem particularidades especiais e que devem ser buscadas de forma contundente.

    Desta forma, a Fidelidade pode ser analisada como uma ação em curto prazo, rápida, de momento, mas que acabará. Já a Lealdade, é uma ação em longo prazo, lenta e que requer tempo, mas que terá grandes chances de se tornar duradoura, pois os clientes leais são aqueles que em meio a qualquer situação, estarão aderindo àquelas marcas, produtos e/ou serviços de sua escolha e gosto, como exemplificado pelos consumidores antigos, que mesmo com a evolução do mercado, são leais as marcas que adquiriram antigamente e dificilmente mudarão.

    Por fim, lealdade pode existir sem fidelidade. Fidelidade pode existir sem lealdade. Só fidelidade e lealdade juntas completam um quadro do raro amor. Mas embora complementares e indispensáveis à realização da estrutura monogâmica, fidelidade e lealdade raramente caminham juntos, daí tanto sofrimento.

    A estrutura poligâmica era psicologicamente sábia quando exigia a lealdade como fator de união e consolidação da família de então. Liberta da obrigação da fidelidade, a lealdade podia se exercer plenamente. Obrigada, porém, à fidelidade, (como ocorre na sociedade que se diz monogâmica), a lealdade deixa de existir como necessária ou como o cimento principal da relação. Ela se transforma numa compulsória serva da fidelidade, porque estando imposta a fidelidade, mesmo que não haja sinceridade, a deslealdade jamais campeará, salvo no plano subjetivo. A fidelidade impõe a lealdade compulsória, que não é lealdade, é obrigação, dever etc.

    Quando há fidelidade sem amizade, necessária à lealdade, esta, embora imposta aparentemente pela fidelidade, embora necessitando existir (porque todo ser humano necessita de lealdade), em vez de se direcionar para o ser amado, tem a sua energia dirigida para atividades derivativas ou de disfarce. Se a fidelidade é compulsória, a lealdade, que é um sentimento genuíno de amizade, fica reservada para outras escolhas da pessoa. Quem é fiel por obrigação em geral reserva a sua lealdade para outras atividades, pessoas ou instituições, raro para o ser amado.

    Desobrigado da fidelidade, o ser humano poderia exercer uma lealdade muito profunda com o ser amado, ex-amado, ou apenas gostado, respeitado, deferido, reconhecido, gradações estas existentes tanto no amor como dentro da estrutura familiar. Sentimento sincero, a lealdade seria o grande cimento das relações de amor despido de paixão, ou o cimento daquela amizade superveniente depois do amor.

    Fidelidade e lealdade ficariam apenas para os casos de amor permanecente, aquele que não acabou, que prossegue independente das obrigações da fidelidade ou do compromisso. Fora desses casos, em toda a variada gradação dos sentimentos e das relações intrafamiliares, lealdade e fidelidade só existiriam quando fossem sinceras.

    Mas sendo a fidelidade à regra essencial da relação monogâmica, imposta, portanto, por graves sanções, punições, anátemas etc, resta, para a lealdade, ser um sentimento importante aonde à fidelidade não é mais possível (formas não exaltadas de amor), sentimentos estes talvez até mais próprios ou indicados para a relação familiar, que a paixão ou o amor exaltado.

  7. Cris disse:

    Ser é leal é ser sincero, verdadeiro. Ser fiel é ser correto com aquilo que convem por determinado tempo

  8. gilvita disse:

    Nil, tantas respostas rsrsrsr pra uma ótima pergunta.Conceituo da seguinte forma, leal e fiel, ambas palavras diferentes ,porém com mesmo sentido, sinto que sou fiel ou leal a mim mesmo, portanto posso ser ao próximo, que se abrange em confiança,honestidade…aí está o ser leal ou fiel. Pra fazer essa pergunta deve ser fiel em fofucha rsrs, bjoksss boa tarde a ti.

  9. Aderval P disse:

    Eu acho que ser fiel, é a sua posição em relação ao sexo oposto, ou pode ser até do mesmo depende do ponto vista de cada um, e lealdade é coisa de amigos, vc ser leal a um amigo, não usar falsidade com o amigo, (coisa de sinceridade) fiel é coisa de traição conjugal, é assim que vejo os dois relacionamento, como sempre digo, não sou o dono da verdade, não sou sociólogo ne psicanalista, abraços,
    aderval.

  10. ketinunkantim disse:

    Ser leal é defender ao outro às suas costas e vencer os teus anseios e desejos por conta de não quebrar a tua palavra dada a outro.
    Ser fiel é apenas vencer os teus anseios e desejos por conta de não quebrar a tua palavra dada a outro.
    Então… a diferença entre ser leal e ser fiel, para mim, é muito sutil e se esconde no fato de que sendo leal, você é mais que fiel, pois além de vencer teus impulsos ainda defende o outro.
    Difícil, mas é por aí.
    Sendo fiel, não preciso necessariamente defender ao outro, quero dizer, posso apenas resistir às tentações e estarei sendo fiel.
    Um cão é fiel e também leal, mas normalmente é mais leal que fiel, pois facilmente se enrosca por outro que lhe trate melhor.
    Ah, sei lá… são palavras… o importante é sermos dignos e fiéis a nossos próprios conceitos de justiça, de fraternidade, de lealdade mesmo a nossos princípios, e muitas vezes desses fugimos, ou seja, somos capazes de trair a nós mesmos.
    Por exemplo eu, que já tentei parar de fumar umas seis vezes e me traí em todas elas. Não fui fiel a meu próprio propósito mas não deixei de ser leal com minha vontade. Cedi à lealdade, comprometendo a fidelidade… algo assim, rsrs.
    Beijo

  11. Carol disse:

    Pelo dicionário as referencias são as mesmas, portanto, dentro da gramática portuguesa, não há diferença, é como se fossem sinônimos. Porém, em minha humilde opnião, há uma grande diferença. Eu entendo que leal, refere-se a pleno respeito e fidelidade de carater sentimental, que nada tem a ver com as coisas que faz corpo físico. O que eu quero dizer, é que lealdade nada tem a ver com infidelidade no sentido de traição carnal. Pois mesmo que uma pessoa, que possui compromisso de relacionamento com vc, saia com uma outra pessoa, os sentimentos continuam integros.

    Já fidelidade, em minha opnião, refere-se a ser fiel em todos os sentidos, inclusive nas questões carnais, fiel igual um cão é ao seu dono, a traição não existe em nenhuma hipotese. Porém não implica que os sentimentos sejam leais, neste caso pode ser ou não. Por exemplo, pode ser que um marido nunca venha a trair sua esposa, porque ele condena traição, mas pode ser que ele não a ame, e esteja com ela por comodismo.

    Então leal, é fidelidade de sentimento. E fidelidade, é fidelidade de palavra em todos os sentidos, não necessariamente nos sentimentos.

    Se for a melhor resposta por favor vote ;)

  12. MARI VOGUEL disse:

    Oi, Nil !!!

    Existe uma linha bem tênue entre lealdade e fidelidade, assim como ser e estar, em algumas circunstâncias.
    Ufa !! Consegui te responder algo !!!! rsrsrs Lindona e querida !!

    bjs, amiga !!

  13. _*JuLi*_ disse:

    Lealdade é ter franqueza, sinceridade; enquanto fidelidade é a exatidão em cumprir suas obrigações, em executar suas promessas: jurar fidelidade.

    Lealdade é uma espécie de mãe, de coletivo de fidelidade. Lealdade você tem que ter em primeiro lugar para consigo mesmo para que só então, possa ser no mínimo fiel para com os outros.

    O mais incrível nisso tudo é que o oposto de fidelidade é infidelidade e de lealdade é deslealdade. No entanto há uma palavra que sintetiza o oposto das duas. Traição. Inclusive, traição não possui um antônimo único, prefixal. Não existem as palavras intraição ou destraição.

    Mais incrível ainda é que quando se fala de lealdade ou de fidelidade, o que nos vem imediatamente na cabeça, antes de qualquer outra coisa, é o seu antônimo.

    Uma pessoa pode ser espiritual e mentalmente leal a outra e ser carnalmente infiel. Este pode ser desleal mentalmente para com o outro sem nunca tê-lo traído carnalmente.

    A lealdade é um sentimento maior, individual. Independente do outro. Meu, pra mim, por mim. Fidelidade é coisa externa, de mim para o outro. É o sentimento, o vinculo que há entre animal e amestrador. Entre senhor e servo.
    Um político pode permanecer leal, mesmo não podendo cumprir um compromisso preestabelecido.

    Mas às vezes seu código de ética é tão frágil, que não lhe fornece moral para que seja honrado e leal, fazendo com que se torne um reles traidor infiel.

    O melhor e mais claro exemplo da diferença que há entre lealdade e fidelidade se encontra na historia medieval de Tristão e Isolda, onde o amor de um rapaz por uma moça supera o sentimento de gratidão e devoção dos dois para com o pai adotivo dele que é esposo dela.

    Em Tristão e Isolda, ficam bem aclaradas as semelhanças e as diferenças entre lealdade e fidelidade.

    Há uma linha tênue entre estes dois sentimentos, entre estas duas ações, mas em minha opinião, são coisas bem distintas uma da outra.

    Acho que não seria nada ruim se as pessoas soubessem dosar isso em um relacionamento, mas como nada nessa vida é completo, eu escolho a lealdade, porque é através dela que se pode alcançar a fidelidade.

    Se perguntarem pra mim como prefiro ser tratada, responderei: prefiro que as pessoas me sejam leais.

    Bjs♥

  14. Frajola disse:

    Fiel é o nome do ponteiro da balança comparativa.

  15. coração Mordido disse:

    Desculpe-me, mas

    Tu és FIEL ao YR

    e desLEAL conosco (pela data que entraste no YR)

    é só brincadeirinha

  16. Alpha_21_07 disse:

    Sem dicionários, apenas com meus conceitos pessoais:

    FIEL: alguém que cumpre o que promete e suas obrigações, sejam elas quais for. Nunca trai você em nenhuma circusntância.

    LEAL: É mais abrangente que o conceito anterior. Alguém que está sempre ao teu lado, te ajudando, te animando, e te ajuda até quando não pode. Digamos que para ser LEAL, tem que ser FIEL primeiro.

  17. Thelminha disse:

    Uma explicação bem simples,ser fiel e ser incapaz de trair em qualquer sentido, já ser leal seria aquele que trai mais é verdadeiro para assumir o que fez, para dizer, beijão.

  18. Pandinha disse:

    Difícil….
    Ser leal é conseguir ser franco mesmo quando houve traição (em qualquer tipo de relação).
    Ser fiel me parece mais como alguma coisa onde não há questionamentos …algo como o servo e seu senhor, onde aquele não questiona nada, só cumpre ordens fielmente.
    Na lealdade eu consigo vislumbrar verdade; na fidelidade, nem sempre.

    Pandinha

  19. Sad disse:

    pra ser leal é preciso ser fiel

  20. Antônio M disse:

    Ser leal envolve cumplicidade, amizade, confiança plena e platonica em todo o seu explendor… Ser leal é ser honesto e estar pronto para o que der e vier… Já ser fiel é mais no sentido sexual… Casais acreditam precesar ser fiel, no sentido de traição… Uma coisa é confiança na vida que constroem juntos a outra é confiança no corpo… “Este corpo me pertence e só a mim… ”
    Sei lá… Acho que passei perto… Bjs no coração

  21. Anjo da Guarda disse:

    Adoro lembrar a todos do Mr. Aurélio!

    leal

    [Do lat. legale.]
    Adjetivo de dois gêneros.
    1.Sincero, franco e honesto.
    2.Fiel aos seus compromissos. [Sin. (desus.): lealdoso.]
    Substantivo masculino.

    fiel

    [Do lat. fidele.]
    Adjetivo de dois gêneros.
    1.Que é digno de fé; que cumpre aquilo a que se obriga; leal; honrado, íntegro; probo:
    servidor fiel. [Sin., poét.: fido.]
    2.Que não falha; seguro, certo:
    guarda fiel;
    memória fiel.
    3.Que não muda; firme, constante, perseverante:
    cliente fiel;
    É fiel a seus princípios.
    4.Que professa uma religião.
    5.Que é amigo certo:
    empregado fiel;
    cão fiel.
    6.Diz-se daquele que não mantém ligações amorosas senão com a pessoa com quem se comprometeu:
    marido fiel;
    namorada fiel.
    7.Que não rouba; honesto:
    empregado fiel.
    8.V. pontual (3).
    9.Exato, verídico, verdadeiro:
    Fez um relato fiel dos acontecimentos. [Superl. abs. sint.: fidelíssimo e fielíssimo.]
    Substantivo masculino.
    10.Ajudante de tesoureiro.
    11.Fio ou ponteiro que indica o verdadeiro equilíbrio de uma balança.
    12.Mar. Almoxarife (5).
    13.Marinh. Cabo fino us. para prender um objeto.
    14.Bras. RS Volta de couro, no cabo do relho ou do rebenque, na qual se enfia a mão:
    “chapéu de barbicacho e o mango pendurado pelo fiel.” (Darci Azambuja, Coxilhas, p. 55).
    Substantivo de dois gêneros.
    15.Seguidor de uma doutrina, ou membro de uma igreja, de uma seita, de uma religião.
    16.Rel. Fâmulo (4). [Pl.: fiéis. Cf. fieis, do v. fiar.] ~ V. fiéis.

    Resta pensar que Alguém pode ser Leal A MAIS DE UMA PESSOA AO MESMO TEMPO… pois não existe congruência obrigatória nos conceitos individualmente, PORÉM, se falarmos do amor monogâmico, NIL, lembre que a fidelidade PEDE uma posição DEFINIDA sobre alguém, daí fica claro.

    Ser leal é uma dedicação bela,

    Ser FIEL, uma virtude de poucos, que fazemos mais por amarmos a nós mesmos, do que tão somente por outrem.

    Parabéns, Mochileiro, mesmo conhecendo a Nil quase nada, afirmo que vc está em ótima companhia. Sejam fiéis aos sentimentos elevados e que nos diferenciam do restante da natureza, que tbm tem suas virtudes, mas apenas nós podemos vencer nossas pobrezas e misérias.

    Sejam muito felizes.

  22. OR@CULO disse:

    Oi Nil Lindíssima !

    Lealdade é ter franqueza, sinceridade; enquanto fidelidade é a exatidão em cumprir suas obrigações, em executar suas promessas: jurar fidelidade.

    Tenha um excelente dia !

  23. Mochileiro de Mosqueiro disse:

    “porque quando eu jurei a você eu traí a mim mesmo, hoje eu sei. Vendo as pedras que rolam sozinhas no mesmo lugar…”
    È assim, eu tenho um mundo muito musical, filosófico e de andarilho, acho que isso faz com que minhas perguntas fiquem como se fossem devaneios, tolices talvez. Então meu personagem de Mochileiro por aqui mais parece uma criação de Servantes. Como se ue fosse um criador de Moinhos de Ventos, quando defendo a razão de que eu só quero a Paz, no fundo eu só quero viver em paz, muitos diferentes de mim só querem viver em guerra, preferem a guerra.
    Somos leais a nós mesmos, somos autênticos, a Nil é autêntica. Longe das Catedrais, eu a pedi que postasse essa perguntinha, sobre uma coisa e outra que são dimensões de uma mesma coisa, mas que sutilmente separam-se, conforme nossa ótica. e Agora eu também respondo, pois podemos sim responder nossas questões de eu profundo…
    Ser leal não significa ser fiel, fidelidade é uma coisa corporativa, uma criação cristã e assim também uma coisa capitalista. Eu não posso trair a mim mesmo, assim eu não teria personalidade, assim eu entendi o poeta. Essas coisas são de juramentos, eles, os juramentos, são culturais, mas eu não traio os amigos, mesmo que eles sejam meus inimigos, eu não sou infiel, eu não sou injusto.
    O ideário de que Judas foi um traidor, é um exemplo ilustratório sobre o que é uma infâmia a mais diante de muitas no relicário da história das trapaças humanas, eu não vou aqui escolher quais são as mais marcantes, façam isso se quiserem…
    Quando Lenon procurou Yoko não foi uma traição aos Beatles, foi um achado mútuo, isso é lealdade a eles dois, uma essencialidade, eu diria.
    O mundo não é um jogo de cara ou coroa, eu defendo isto há tempos, até mesmo por aqui, eu não quero mais os acontecimentos acadêmicos, eles ficam desimportantes com o passar dos anos, eu não sou escravo de ninguém. não sou mais estagiário, não sou mais bolsista.
    Vocês já pensaram o quanto chorou Platão com a morte de Sócrates, talvez ele nem chorou…
    E quem chorou por Walter Benjamin, ele se hiperdrogou quando os nazistas o apanhariam, ele fugiu de uma vez de tudo. Tudo não era mais nada, a vida não valia a pena, ele foi fiel a si mesmo, e doi essa infidelidade à humanidade, que o merecia sobremaneira. Humanistas não deviam morrer, mas a vida é leal ao tempo, nem tem como.
    O tempo é signatário à vida, e vice versa, só os historiadores sabemos desta coisa.
    Eu respeito, sou fiel e leal a Nil, ela sabe disto, eu sei também e quero que vocês também saibam, pois assim faço essa declaração de amor e de paz, já que não posso fazer pra ela uma música.
    Paz é acima de tudo uma afirrmação histórica de que amamos alguém, uma causa, nós não somos assim como as pedras que rolam sozinhas no mesmo lugar, eu agradeço ao Raul Seixas por esse ensinamento, eu sou um bom estudante, eu sei aprender, gosto de heranças sábias.
    Vou pra praia.
    Nil, te amo
    André

  24. Williams disse:

    Muito, interessante a tua pergunta mais ultimamente me tem ocorrido coisas que eu fico com o meu cachorro este sim é fiel e leal o resto são como um monte de bichos ou sejam morotos em um pedaço de carne em putrefação ficam penetrando na carne podre e derrubando uns aos outros querem mesmo é tirar vantagens , daqui para frente é como vou encarar o ser humano.Um beijo minha linda e uma estrela.

  25. ♀ I n J u R i A d A ♀ disse:

    Lealdade é quando algum tem coragem de admitir que traiu…

    Ser fiel é a pessoa que nunca traiu… ou seja… pra ser fiel tem que ser leal… uma pessoa leal não é necessáriamente “fiel”… afff

    acho que viajei na maionese… mas ta valendo…

  26. EDY MURPH disse:

    Não é tão fácil responder, ambas as palavras estão ligas uma a outra, mas quando falamos de lealdade a impressão~]ao que temos é que trata-se de casais, e quando falamos de fidelidade falamos de algum trato ou compromisso.

Faça um Comentário!

Você está em: Viajar // Mochileiro // Para você qual é a diferença entre ser LEAL e ser FIEL?
Copyright © Viajar, Viagem, Viagens | Todos os direitos reservados.