Viajar, Viagem, Viagens


Blog sobre Viagens, conheça os melhores destinos, informações úteis para quem vai viajar, veja como tirar passaporte, visto, e claro ter acesso a promoções exclusivas de passagens aéreas!

Viajar para o Paraguai para fazer compras

Viajar para o Paraguai para comprar
Quem já foi? Vale a pena? Tentei pesquisar o preço da passagem ida e volta pela internet mas não consegui.

paraguai compras, Paraguai, cota paraguai 2011, compras paraguai, cota para compras no paraguai 2011, fotos do paraguai compras, cota do paraguai 2011, viagem ao paraguai, cidade do paraguai, cota de compras no paraguai 2011, viagem paraguai, cidade de leste paraguai, viagem para o paraguai, cota no paraguai 2011, cota paraguai, fotos do paraguai, viagem para paraguai, compras no paraguai, cidade del leste paraguai, limite de compras no paraguai 2011

Viajar para o Paraguai para fazer compras

A cota atual ou limite de isenção é de US$300 tanto para quem volta por via terrestre como de avião saindo de Foz. Caso a viagem de retorno seja pelo aeroporto de Ciudad del Este, o valor da cota passa a ser o de uma viagem internacional por via aérea, que é de US$500 (isso vale para qualquer viagem aérea internacional). Isso significa que se você trouxer mais que isso, deve pagar um imposto de 50% sobre o que passar deste valor.

Qual a cota de mercadoria do Paraguai:
Lembramos que a cota só pode ser utilizada de 30 em 30 dias e é pessoal e intransferível, o que significa que duas ou mais pessoas não podem juntar suas cotas para aumentar o limite de uma delas ou de um terceiro, mesmo que sejam casadas, da mesma família ou amigas. Por exemplo, se um notebook custa US$600 você não pode juntar sua cota com a de outra pessoa (US$300 + US$300) para não pagar o imposto. Vai pagar 50% sobre US$300 = US$150. Menores, acompanhados ou não, também têm direito à cota de isenção.

Não entram na cota roupas e outros artigos de vestuário, artigos de higiene, beleza ou maquiagem e calçados, para uso próprio, em quantidade e qualidade compatíveis com a duração e a finalidade da permanência no exterior. Ou seja, itens que caracterizem que a pessoa não comprou no Paraguai, apenas trouxe para poder viajar e cuidar da higiene e se vestir não fazem parte do que deve ser fiscalizado, desde que se caracterizem para este fim.

O que é proíbido trazer do Paraguai:
* Pneus;
* Bens cuja quantidade, natureza ou variedade revelem intuito comercial ou uso industrial;
* Cigarros e bebidas fabricados no Brasil, destinados à venda exclusivamente no exterior;
* Substâncias entorpecentes ou drogas;
* Remédios;
* Armas e munição;
* Bebidas alcoólicas, fumo, cigarros e itens semelhantes, quando trazidos por viajante menor de dezoito anos;
* Bens ocultos com o intuito de burlar a fiscalização.

Quantidades permitidas
A única restrição imposta pela Receita é a de que a compra não pode configurar como sendo para revenda, ou seja, muitas quantidades de um mesmo item.

DBA
Quem trouxer mais de US$300 em compras é obrigado a preencher a Declaração de Bagagem Acompanhada, a DBA. Menos que este valor basta informar que o valor total das compras não ultrapassa a cota, não sendo necessário discriminar cada produto.

A declaração é feita na aduana brasileira, na volta para o Brasil. Nela a pessoa declara o que comprou e se estiver dentro da cota não precisa pagar nada. Se a soma das compras ultrapassar o limite de US$300 deve-se pagar o imposto. Desta forma pode-se viajar tranqüilamente, sem correr o risco de ter os produtos apreendidos, já que você pode provar que está tudo legalizado.
Formulário da DBA do site da Receita Federal

Multa
O valor do bem será o constante da fatura ou da nota de compra. No caso de falta ou inexatidão destes documentos, o valor da base de cálculo do imposto será estabelecido pela autoridade aduaneira. Além disso, aplica-se multa de 50% sobre o valor excedente à cota de isenção dos bens quando o viajante apresentar DBA falsa ou inexata (Ou seja, 50% de imposto + 50% de multa, para tudo o que passar de 300 dólares).

.


Responder Facebook

5 Comentários sobre "Viajar para o Paraguai para fazer compras"

Participe você também, faça seu Comentário!

  1. azuenfeliz diz:

    Tem que ter no mínimo uma pernoite para tomar um banho e descansar um pouco do contrario vai ficar muito abatida e cansada para comprar em lugar certo quem organiza a viagens indica onde você não compra gato por lebre eu fui uma vez não gostei foi das mercadorias que era de primeira e caro para comprar coisas falsificada eu vou em qualquer camelo.

  2. Gisela Terra diz:

    Muito esclarecedor esse artigo, muito obrigada.

  3. Mara Marina diz:

    As coisas lá são bem baratas mesmo.
    Eu penso em fazer isso ano que vem!

  4. fernando l ferreira diz:

    pode passar a cota no paraguay familiar ?

  5. MEIRE diz:

    Excursão para compras no Paraguai, São Paulo, 25 de março, bras, feira da madrugada, Bom Retiro, Santa Efigenia, Galeria Pagé, Ciudad del Este Paraguay. Saidas de Curitiba, Colombo, São José dos Pinhais, Fazenda Rio Grande, Almirante Tamandaré, Pinhais, Araucaria, Campo Largo, Quatro Barras e litoral – PR Todas as segundas, terças, quartas, quintas, sextas, domingos e feriados

Faça um Comentário!

Você está em: Viajar // Viajar Para // Viajar para o Paraguai para fazer compras
Copyright © Viajar, Viagem, Viagens | Todos os direitos reservados.